Favelização do Plano Piloto

Lucio Costa ao projetar a urbanização do que viria a se tornar Brasília, deixou muita área verde sobrando visando atualização do seu plano, que comumente deveria ocorrer a cada dez anos, porem, o tal tombamento da malha urbana do Plano Piloto como patrimônio histórico não permite nenhum tipo de intervenção na geometria projetada pelo nobre arquiteto. No entanto, a cidade padece de estacionamento, vias de pedestres, ciclovias cuja concepção será motivo de criticas na próxima edição, atualmente dispomos de 120 m² de área verde por habitante no DF, comparando com outras capitais “verdes” temos: -Goiânia-GO possui 94 m² de áreas …